"Imagino uma escola, lugar de sonhos e fantasias, onde o corpo, faminto de SABER encontre o SABOR da descoberta, o prazer de aprender..."

( Rubem Alves)

Sobre o Autismo...


Há crianças que parece não aprenderem a reconhecer os códigos que regem a comunicação humana, ficam alheias à presença dos outros, encerradas num universo próprio e inatingível para todos que as cercam, e apresentam padrões restritos e repetitivos de comportamento. Essa tríade de sintomas – dificuldade de interação social, de comunicação e repetição de comportamentos padronizados - caracteriza um transtorno do desenvolvimento conhecido como autismo.

Neste ano deparei-me com um aluno com suspeita de Autismo.Então, como sabia muito pouco sobre o assunto, e acreditando que existe ali um ser humano, alguém em sofrimento, que tenta de todas as maneiras entender um mundo que não faz o menor sentido para ele; resolvi buscar informações para tentar compreender e saber como trabalhar com essa criança tão especial.





-->
O que é o autismo?



-->
-->
Conhecido cientificamente como DGD - Distúrbios Globais do Desenvolvimento – o autismo é uma síndrome caracterizada por alterações que se manifestam, sempre, na interação social, na comunicação e no comportamento.

Normalmente manifesta-se por volta dos 3 anos de idade persistindo por toda a vida adulta. Atinge principalmente o sexo masculino, na proporção de quatro meninos para cada menina. As causas ainda não foram claramente identificadas e várias abordagens de tratamento têm sido desenvolvidas.

Os prejuízos estão diretamente relacionados ao grau de autismo que a pessoa apresenta. Algumas, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam também retardo mental, mutismo ou importantes retardos no desenvolvimento da linguagem. Algumas parecem fechadas e distantes, outras presas a comportamentos restritos e rígidos padrões de comportamento.

As pessoas com autismo têm um modo diferente de aprender, organizar e processar as informações. Para respeitar estas diferenças, elas precisam de ambientes estruturados e organizados, pois normalmente os autistas têm dificuldades em mudarem suas rotinas diárias. Já a memória visual costuma ser um ponto forte nas pessoas portadoras de autismo. Mesmo as crianças muito pequenas,memorizam caminhos,organização espacial dos objetos na casa e relatam que conseguem memorizar filmes inteiros (e que al alguns momentos eles ficam "passando" na cabeça).
Para completar o quadro, a criança com autismo frequentemente apresenta movimentos corporais repetitivos, como, por exemplo, um balanço do tronco para frente e para trás, pular sacudindo as mãos,um movimento de "bater asas" ou de balançar as mãos.



-->
“... O autismo, embora possa ser visto como uma condição médica, também deve ser encarado como um modo de ser completo, uma forma de identidade profundamente diferente ...” OLIVER SACKS


-->
O que nos pediria um autista?


-->
  • Ajuda-me a compreender. Organiza meu mundo e ajuda-me a prever o que vai acontecer. Dá-me ordem, estrutura, e não um caos.
  • Não fiques angustiado comigo, pois isto também me angustia.
  • Respeita meu ritmo. Se compreenderes minhas necessidades e meu modo especial de ver a realidade, não terás dificuldade de te relacionares comigo. Não te deprimas; o normal é eu progredir e me desenvolver cada vez mais.
  • Não fales muito, nem depressa demais. Para ti as palavras voam como plumas, não pesam para ti, mas para mim podem ser uma carga muito pesada. Muitas vezes não é esta a melhor maneira de te relacionares comigo.
  • Como todas as demais crianças, e como os adultos, sinto necessidade de partilhar o prazer e gosto de fazer bem as coisas, embora nem sempre o consiga.
  • Não te envolvas demais comigo. Às vezes as pessoas são muito imprevisíveis, barulhentas demais e excessivamente animadoras. Respeita a distância de que preciso, mas sem me deixares sozinho.
  • Meu desenvolvimento não é irracional embora não seja fácil de entender. Tem sua própria lógica, e muitas das condutas que chamas de “alteradas” são formas de enfrentar o mundo com minha forma especial de ser e perceber. Faze um esforço para me compreenderes.
  • Aceita-me como sou. Não condicione a tua aceitação a que eu deixe de ser autista. Sê otimista sem te tornares “romântico”. Minha situação em geral tende a melhorar, embora por enquanto não tenha cura.
  • Vale a pena viver comigo. Posso te proporcionar tanta satisfação como as demais pessoas. Pode acontecer um momento em tua vida em que eu, “autista” seja a tua maior e melhor companhia.
Angel Riviere Gómez
Assessor Técnico de APNA - Madri - Espanha


Os autistas vivem no seu próprio mundo... Criam e recriam as suas vivências.
Meu aluno tem um talento especial. A arte corre-lhe nas veias. Com um lápis na mão, faz nascer, com um estilo proprio, desenhos lindos, fantásticos e fabulosos.



aluno ... ( 7 anos)




SUGESTÕES DE FILMES QUE TRATAM SOBRE O AUTISMO
  • Código para o Inferno.
  • Meu Filho, meu Mundo.
  • O Inocente.
  • O Segredo de Adam.
  • Prisioneiro do Silêncio.
  • Rain Man.
  • Retrato de Família.
  • Testemunha do Silêncio.
  • O Enigma das cartas.



O filme FRONT OF THE CLASS trata sobre a Síndrome de Tourete, um filme maravilhoso, já assisti 4 vezes.


0 comentários:

Postar um comentário

COMEÇAR DE NOVO...

contador

Voltar para o topo